O que fazer para não cair na Malha Fina – e depois de cair!

Após o envio da declaração de imposto de renda as informações serão todas avaliadas pela Receita Federal. Quem tiver cometido erros pode acabar parando na Malha Fina, um processo de verificação de dados. Fica apenas na Malha Fina quem enviou seu formulário digital com erros ou informações inconsistentes. A boa notícia é que pode ser resolvido. Saiba O que fazer para não cair na Malha Fina!

O que fazer para não cair na Malha Fina

O que fazer para não cair na Malha Fina

O que é Malha Fina?

É de se esperar que de um órgão tão importante como a Receita Federal à serviço do Governo Federal haja uma verificação complexa dos dados. Todas as informações relatadas no formulário do Imposto de Renda referente ao ano anterior são cruzadas com os dados informados pelas outras pessoas e empresas. 

Demonstrativo de rendimentos INSS: Consulta e emissão DISPONÍVEL!

O processo de verificar o dado e marcar os formulários com erros é conhecido como Malha Fina. Ele é totalmente virtual e acontece quando as informações fornecidas tanto pessoas pessoas físicas como jurídicas são cruzadas. 

Em primeiro momento as empresas (PJ) enviam seus formulários. Em seguida as pessoas físicas, sejam elas declarantes como isentas e as que declaram seus ganhos e gastos durante o período de 01 de janeiro a 31 de dezembro do ano anterior. Quando as informações são comparadas surgem os erros e o processo de informar aos declarantes e deixar a declaração pendente para reparo. 


O que fazer para não cair na Malha Fina?

Quando as informações são comparadas pela Receita Federal haverá uma série de formulários a serem conferidos ao mesmo tempo. Esse processo é digital e bem rápido.

Os dados quando comparados dos formulários precisam ser iguais. Por exemplo: você declara que seu filho é seu dependente direto enquanto o marido/esposa declara o mesmo CPF como dependente.

✓ Saiba quais são os limites de deduções no Imposto de Renda!

Os motivos mais comuns de cair na malha fina são:

  • Duas pessoas declarando o mesmo CPF como dependente;
  • Não informar gastos médicos como exames, cirurgias e plano de saúde;
  • Não informar ganhos extras como aluguel e fontes de rendimento diferenciadas;
  • Errar valores no formulário;
  • Dentre outros.

Não informar todos os ganhos não é apenas motivo para cair na Malha Fina. É também um crime de sonegação fiscal sujeito à multa e prisão.


O que fazer se cair na Malha Fina?

Todos os contribuintes que caírem na Malha Fina são informados com uma notificação da Receita Federal. Eles possuem um novo prazo para fazer o ajuste de sua declaração. Podem fazer sem problema.

Os erros podem ser reparados e o formulário reenviado gratuitamente através do programa Receita.Net. Contudo, o contribuinte demora um pouco a receber a restituição do imposto de renda. Deve ir para o último lote por conta de seu atraso.


O que fazer para não cair na Malha Fina?

Uma revisão de todos os dados informados na declaração de imposto de renda é muito importante para evitar a Malha Fina. O mais importante é verificar os valores, em especial porque erros de digitação são comuns. Uma simples posição da vírgula errada pode transformar centavos em centenas de reais.

Para quem não entende mesmo de imposto de renda o melhor é procurar um contador. Ele é o profissional responsável por fazer este tipo de procedimento sem erros!

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...