Imposto de Renda 2018 → Como Fazer Declaração, Passo a Passo

Muitos podem não saber mas o Imposto de Renda 2018 é um imposto obrigatório que milhares de pessoas necessitam pagar. Você não sabe como declarar? Não sabe se é obrigado ou não a pagar o Imposto de Renda 2018? Aqui você irá tirar todas as suas dúvidas.

Imposto de Renda 2018
Imposto de Renda 2018

Imposto de Renda 2018

O cronograma para declarar o Imposto de Renda 2018 será liberado em breve e é importante saber todas as informações necessárias de como fazer a declaração.

Para não perder nenhum prazo e não ocorrerem prejuízos, aqui, você poderá ter acesso a quem precisa declarar, o passo a passo de como declarar e muito mais.

Contribuintes obrigados a declarar.

Não sabe se é obrigado a declarar o Imposto de Renda 2018?                                                                                                

Confira abaixo se você se enquadra nos tópicos a seguir:

  • Rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.123,91.
  • Rendimentos que forem isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00;
  • Obteve, em qualquer mês do ano, ganho ao alienar bens ou direitos sujeitos a incidência do imposto, ou realizou operação na bolsa de valores;
  • Obteve ao longo do ano uma receita bruta em atividade rural um valor superior a R$ 140.619,55;
  • Teve, até o dia 31 de dezembro de 2017, uma posse, propriedade de bens ou direitos próprias, inclusive terra nua, um valor superior a R$ 300.000,00.

    Formas de Declarar Imposto de Renda 2018

Tá com dúvidas das formas que você pode declarar seu Imposto de Renda 2018? A seguir, diremos quais as opções de formas de declaração do seu imposto:

  • PGD: Programa Gerador de Declaração, que dever instalado no seu computador;
  • Você pode ter acesso nesse link;
  • m-IRPF: Aplicativo que é indicado para declarar via tablets e smartphones;
  • e-CAC: acesso pelo site da Receita Federal, com certificado digital.Imposto de Renda 2018

Deduções Legais do IR 2018

E o que seria essa tal dedução fiscal?

Os contribuintes podem abrir mão de várias deduções legais, ou seja, abrindo mão dessas deduções o impacto do imposto de renda 2018 no bolso dos declarantes é reduzido de forma considerável.

As deduções legais ajudam a reduzir a base de cálculo do imposto diminuindo o valor a ser pago.

Confira a seguir a lista do que pode ser deduzido:

  • Despesas com dependentes: 

O valor anual permitido é de R$ 2.275,08 por dependente.

  • Despesas com educação

Limite individual permitido por ano para cada membro da família é R$ 3.561,00, sejam elas com creche, educação infantil, fundamental, ensino médio, cursos superiores, especialização e profissionalizantes.

  • Despesas médicas

Podem ser deduzidas integralmente, desde que estejam relacionadas ao tratamento próprio ou de dependentes.

  • Contribuição à Previdência

Os contribuintes podem deduzir sem limites todas as contribuições feitas à previdência social.

  • Contribuição à Previdência dos empregados domésticos

Os valores que serão pagos de Contribuição Patronal à Previdência Social do empregado doméstico devem por obrigação ser deduzidos do imposto devido, obedecendo aos limites que são definidos por lei.



Existe multa para quem não declara o Imposto de Renda 2018?

Sim, existe! A multa equivale a 1% ao mês-calendário ou por fração de atrasos, que é calculada sobre o total que o contribuinte irá pagar de imposto que foi gerado e apurado na sua própria declaração.

  • O valor mínimo a ser pago é de R$ 165,74;
  • Valor máximo chega a 20% sobre o seu imposto de renda.

    Como Declarar o Imposto de Renda 2018

    Passo a passo

Tem dúvidas sobre o passo a passo de como declarar o Imposto de Renda 2018?

Não precisa se preocupar que ensinaremos pra vocês.

O cronograma com as datas da declaração do Imposto de Renda 2018 ainda não foram divulgadas, por isso, as próximas imagens são referentes ao imposto de renda anterior, mas as informações do passo a passo são as mesmas.

  • No primeiro passo é necessário acessar o site oficial da Receita Federal:
  • Em seguida vá no canto inferior da tela do lado direito;

  • Após seguir o passo anterior você clicará na opção para realizar o download do programa para preenchimento dos dados da declaração do Imposto de Renda 2018:

  • Em seguida, você precisa escolher sua opção de download: para computador, tablets ou dispositivos móveis:

  • E após realizar os passos indicados acima e ter em mãos o download do programa, basta preencher os dados e declarar seus Impostos de Renda.

Fale com a Receita Federal

Para obter mais informações você também pode entrar em contato com a Receita Federal:

Telefone ReceitaFone:

146 ou (11) 3003-0146

E não se esqueça, continue nos acompanhando que iremos atualizar todas as informações assim que mais dados foram liberados pela Receita Federal.

Imposto de Renda 2018


 

 

Consultar lote Imposto de Renda 2018: 1º ao 6º Lote

Assim que a Receita Federal fizer a publicação, não deixe de consultar lote Imposto de Renda 2018, essa informação é muito importante para todos aqueles cidadãos que fizeram a declaração. Saiba como consultar lote do Imposto de Renda 2018 e onde essa informação fica disponibilizada.

Consultar lote Imposto de Renda 2018
Consultar lote Imposto de Renda 2018

A Receita Federal é o órgão responsável por administrar e receber as declarações do Imposto de Renda, dessa forma, ela quem fará a publicação dos lotes para que os cidadãos possam ter acesso. O IR de 2018 tem como ano base o exercício anterior e quem fez a declaração utilizou os dados do ano passado.

Imposto de Renda 2018

Os lotes de restituição do Imposto de Renda são muito importantes para todos os cidadãos que fizeram a declaração, eles serão disponibilizados pela Receita Federal e poderão ser consultados gratuitamente, além disso, a consulta também ocorrerá pela internet.

Não é necessário procurar as agências da Receita Federal para obter as informações e fazer as consultas dos lotes do IR, isso porque a informação está disponibilizada no site do órgão e pode ser acessada sem nenhum tipo de custo.

A declaração do Imposto de Renda 2018 possui data para ser realizada e após esse procedimento o órgão disponibiliza os lotes de restituição. Todas as informações serão divulgadas pelo site para facilitar o acesso geral da população envolvida.

  • Para aqueles que ainda não fizeram a declaração, o programa disponibilizado pela Receita poderá ser baixado gratuitamente, acesse o site para saber mais: Clique Aqui

Se você está com dúvidas sobre como consultar seu Imposto de Renda 2018, siga as instruções que disponibilizamos a seguir. Seguindo o procedimento, você poderá terá acesso do 1° ao 6° lote, veja como funciona.


Consultar lote Imposto de Renda 2018

Depois que encerra o prazo para declaração do IR, a Receita começa a se organizar para consultar e verificar as informações que foram enviadas pelos contribuintes. Depois disso, ocorre a publicação dos lotes que possuem valores que serão restituídos ao cidadão. Essa parte também é de suma importância.

Para consultar lote Imposto de Renda 2018 é necessário aguardar, esse processo não é aberto de uma única vez, a Receita vai liberando aos poucos e os interessados tem que consultar para saber se estão presentes em algum deles. Cada lote abrange uma quantidade de valor que será retornado aos cidadãos envolvidos.

  • A consulta lote IR 2018 pode ser feita pelo site: Clique Aqui
  • Informe o CPF, Ano e Data de Nascimento;
  • Informe os caracteres gerados e clique no botão Consultar.

O dinheiro da restituição Imposto de Renda 2018 permanecerá a disposição do cidadão no banco e pelo prazo de um ano. Dessa forma, é muito importante que o interessado consulte as informações e procure fazer o recebimento assim que o lote foi liberado.

Veja algumas orientações sintetizadas para você:

  • Consulte os lotes do IR no site da Receita;
  • Verifique se no lote restituição tem algum valor disponível para você receber;
  • Procure o banco para fazer o recebimento;
  • Os valores ficarão disponíveis nos bancos pelo prazo de um ano.

Consultar lote Imposto de Renda 2018

O que não deduzir da Declaração Imposto de Renda?

Consulte aqui informações sobre o que não deduzir da declaração Imposto de Renda. O processo de declaração deve ser feito de forma correta para se evitar pendências e problemas mais graves, aqui você poderá consultar algumas informações sobre o que não deduzir da declaração Imposto de Renda.

O que não deduzir da Declaração Imposto de Renda?
O que não deduzir da Declaração Imposto de Renda?

São vários os detalhes do Imposto de Renda que devem ser mencionados e alguns não podem ser deduzidos, para aqueles que estão com dúvidas, separamos aqui algumas informações interessantes e que irão ajudar bastante, entenda como realizar corretamente esse procedimento.

Imposto de Renda

O Imposto de Renda 2018 é obrigatório para vários cidadãos e quem ainda não fez esse procedimento deve ter atenção aos detalhes para que o mesmo ocorra de forma correta. Evitar pendências faz toda diferença e ainda permite que você não caia na malha fina.

A Receita Federal do Brasil continua sendo o órgão responsável por todo o processo de administração desse imposto e no site do órgão é possível baixar o programa que auxilia em todas as etapas da declaração.

➤ Consulte aqui a → Tabela Imposto de Renda 2018

Baixe o programa e faça sua declaração.
  • Acesse o site da Receita Federal e obtenha o programa: Clique aqui

Declarar imposto de renda 2018 de forma correta é importantíssimo e o programa poderá te ajudar bastante. Só não deixe de saber quais são as informações que devem constar nesse documento e o que você não deve deduzir quando for realizar o procedimento.


O que não deduzir da Declaração Imposto de Renda

Existem muitas dúvida  sobre o que não deduzir da declaração Imposto de Renda e o cidadão deve ter conhecimento de quais são elas para poder fazer o processo de forma correta e completa.

Aquela declaração que não contém os dados necessários acaba caindo na malha fina que é um problema que deve ser evitado.

Veja o que não deduzir da Declaração Imposto de Renda 2018:

O que não deduzir da Declaração Imposto de Renda?

• Despesas médicas sem recibo: as despesas médicas é possível declarar, mas somente aquelas que são comprovadas com notas, recibos ou cópia de cheques emitidos em nome do médico ou do hospital, sem essa documentação não é possível;

• Remédios: eles também não poderão ser declarados no imposto de renda, mesmo que o contribuinte esteja fazendo um tratamento médico; 

• Enfermeiros: o gasto com esse profissional também não poderá ser deduzido, o mesmo se aplica em caso de massagistas e assistentes sociais. A dedução só ocorreria se esses profissionais fizessem parte da conta do hospital;

• Viagem para tratamento médico: o cidadão que precisa viajar para outra região dentro ou fora do país não consegue deduzir as despesas, sejam elas relacionadas a passagem, como também hospedagem;

• Implante de silicone: esse procedimento estético não poderá ser deduzido;

• Plano de saúde: o plano de saúde pago pela empresa para o funcionário não pode ser abatido, mas caso ele efetue o pagamento de uma consulta do próprio bolso e tenha apenas parte do valor reembolsado, a diferença pode ser declarada.

 

Telefone Imposto de Renda 2018 → Receita Federal

O telefone Imposto de Renda 2018 é um canal para que os cidadãos possam tirar as suas dúvidas a respeito do procedimento. O telefone Imposto de Renda 2018 é um recurso muito importante e quem tem dúvidas sobre como realizar a declaração do IR deve estar entrando em contato para poder sanar as pendências.

Telefone Imposto de Renda 2018
Telefone Imposto de Renda 2018

A Receita Federal está trabalhando com recursos para melhor atender as pessoas e não é só o contato telefone que que ajuda a simplificar as coisas, os serviços online são os destaques, pois acabam sendo bem mais rápidos e fáceis de serem acessados.

Assim como esse órgão, vários outros vêm investindo no melhor atendimento ao cidadão.

Imposto de Renda 2018

O imposto de renda 2018 é um procedimento obrigatório para quem se encaixa nos requisitos necessários da declaração. Isso preocupa muito o cidadão, porque quem não faz o procedimento acaba tendo problemas sérios com a Receita Federal.

Veja mais instruções em:
Simulação Imposto de Renda 2018
Perdeu o Prazo da Declaração Imposto de Renda

Para que você evite multas e a temida malha fina, o primeiro passo é ter conhecimento sobre a data certa para declarar o imposto e quando ela termina. Não se preocupe porque a Receita Federal faz a publicação dessas informações para que todos possam estar cientes. 

O programa para declarar no Imposto de Renda 2018 ajuda muito o cidadão que possui dúvidas sobre como fazer esse documento de forma correta. Para ajudar os envolvidos, o órgão disponibiliza esse programa que pode ser baixado sem nenhum tipo de custo.

Caso ainda não tenha baixado o programa, acesse o link que deixamos anteriormente. Ele ajuda bastante na execução correta do procedimento e disponibiliza a declaração simples e também a completa.


Telefone Imposto de Renda 2018

O telefone imposto de renda é um canal de atendimento para que o cidadão procure esclarecer as pendências relacionadas a declaração do mesmo.

A declaração é obrigatória e possui prazos para ser realizada, dessa forma, se faz necessário ter atenção quanto aos detalhes.

  • Sempre que for necessário, faça seu contato pelo seguinte telefone: 146.

O número mencionado acima é para a central de atendimento eletrônico, ou seja, você não terá contato com um atendente pessoal. Caso necessite falar com alguém, anote o número que deixamos abaixo:

  • Telefone Receita Federal: (11) 3003 0146.

O número do telefone Imposto de Renda é vinculado à Receita Federal do Brasil e você fará contato direto com os servidores do órgão que são as pessoas instruídas para te ajudar. 

Faça seu contato e tire suas dúvidas. Não deixe de conhecer também os serviços online que estão disponíveis no site da Receita Federal do Brasil para que o cidadão resolva suas pendências de uma maneira mais rápida.

O atendimento presencial acaba sendo o mais indicado quando nenhum dos outros recursos resolve o problema.

 

Como Declarar Empregada Doméstica no Imposto de Renda

Está com dúvidas sobre como declarar empregada doméstica no Imposto de Renda? Esse ponto sempre gera dúvidas e aqui deixaremos algumas instruções necessárias sobre como efetuar a declaração corretamente. Confira as informações e saiba como declarar empregada doméstica no Imposto de Renda.

Declarar Empregada Doméstica no Imposto de Renda

A declaração do Imposto de Renda 2018 deve ser completa, o cidadão não pode se esquecer dos detalhes que são importantes nessa documentação. A declaração da empregada doméstica no Imposto de Renda sempre gerou dúvidas e quando isso acontecer com você não deixe de buscar instruções sobre como realizar corretamente o procedimento.

Declaração do Imposto de Renda

A Receita Federal do Brasil é o órgão responsável por receber as declarações do imposto de renda e quem faz o procedimento de forma errada ou incompleta acaba tendo problemas posteriores. Os problemas podem contribuir para que você pague alguma multa ou até mesmo caia na malha fina.

A melhor maneira de fazer o procedimento correto da declaração Imposto de Renda é utilizando o programa disponibilizado pelo órgão. Ele é gratuito e pode ser baixado a qualquer momento.

O programa disponibiliza uma ficha completa com os dados que deverão ser inseridos na declaração e ele também traz a opção de uma declaração simples e também de uma completa.

O modelo completo é indicado para declarações com maior número de detalhamento, a simples é para quem tem poucos dados a serem decorados.

  • O programa pode ser baixado no site da Receita Federal: Acesse Aqui

Como declarar empregada doméstica no Imposto de Renda?

Declarar empregada doméstica no Imposto de Renda é um procedimento que é mais simples do que a maioria dos cidadãos imagina. Primeiramente, é necessário entender que não é o salário total do empregado que será declarado e sim a contribuição patronal do INSS.

Aqueles pagamentos referentes a contribuição patronal do INSS para empregado doméstico poderão ser informados na declaração do Imposto de Renda, na ficha de “Pagamentos efetuados”, cujo código é 50.

O desconto da contribuição paga ao INSS é que será deduzido no Imposto de Renda, o salário do empregado não. É muito importante entender essa diferença para que você possa efetuar a declaração corretamente.

Abaixo a sintetizamos melhor as informações sobre como informar a empregada doméstica no imposto de renda:

  • Na declaração não será deduzido o salário total no empregado doméstico;
  • Deverá constar apenas a contribuição patronal do INSS;
  • A dedução é limitada a contribuição para o INSS sobre o equivalente a um salário mínimo;
  • Se o empregado doméstico recebe mais do que um salário mínimo, a limitação continua sendo aplicada;
  • O desconto no Imposto de Renda é válido somente para o empregado doméstico com carteira registrada;
  • Empregados eventuais, como diarista ou faxineira, não estão poderão ser incluídos na declaração;
  • Só é considerado empregado doméstico aquele que trabalha 3 dias ou mais na semana.

Como Declarar Financiamento no Imposto de Renda: VEJA!

Entenda como declarar financiamento no Imposto de Renda, esse processo é necessário em muitos casos e acaba gerando dúvidas nos cidadãos. Saiba como declarar financiamento no Imposto de Renda e veja como funciona.

Como Declarar Financiamento no Imposto de Renda

Os bens financiados também devem ser declarados no imposto de renda e esse processo acaba gerando muitas dúvidas nos cidadãos, nesses casos, é interessante ir atrás de informações e instruções para que você entenda como o procedimento pode ser realizado de forma correta.

Financiamento no Imposto de Renda 2018

As compras parceladas e financiadas por vendedores ou compradores devem estar presentes na declaração do imposto de renda e esse procedimento acaba sendo considerado algo complicado para a maioria das pessoas.

A confusão sobre como declarar financiamento no Imposto de Renda é algo muito normal. A primeira coisa que o contribuinte deve saber é que o valor que deve ser declarado é aquele que efetivamente foi gasto ou recebido com a compra ou com a venda e não o seu preço total.

Veja quais são os tipos mais comuns de financiamentos na declaração do Imposto de Renda:

  • Financiamento de imóveis;
  • Financiamento de veículos.

É importante ressaltar que as informações sobre os financiamentos e parcelamentos no Imposto de Renda é obrigatório tanto para quem efetua a venda, como também para quem faz a compra.

Como Declarar Financiamento no Imposto de Renda

O objetivo de se declarar as compras parceladas ou financiadas é que a Receita Federal quer saber e verificar a sua capacidade para pagar aquele bem. Por isso que não podemos nos esquecer dessa informação dentro da declaração do imposto de renda.

A declaração do Imposto de Renda é um procedimento obrigatório para quem preenche os requisitos para tal. O cidadão tem que estar ciente dos prazos para que ele faça o procedimento dentro dos períodos determinados pela Receita Federal.

  • Declaração do valor desembolsado no ano de referência;
  • Quantidade efetivamente paga deverá ser informada na declaração;
  • No campo específico é necessário informar as condições da compra ou venda.

O processo para declaração do Imposto de Renda vai conter os espaços específicos para que o cidadão coloque as informações a respeito do financiamento ou parcelamento do ano base, portanto, não precisa se preocupar porque tem lugar para que você possa descrever todos os detalhes que precisa.

  • Baixe o Programa para fazer a declaração do IR, acesse o site da Receita Federal: Clique Aqui

O mais indicado é o uso do programa para declarar imposto de renda que é disponibilizado pela Receita Federal, com base nele é possível fazer a declaração completa e contendo todos os detalhes necessários. Mas também existe a opção de fazer o procedimento por intermédio de um contador.

O programa disponibiliza um espaço específico para que o cidadão possa declarar financiamentos no Imposto de Renda. Não se esqueça de ler as informações e fazer o preenchimento correto do que está sendo pedido.

Extrato INSS para Imposto de Renda: Como Emitir!!

O extrato INSS para imposto de renda pode ser obtido pela internet e o cidadão que precisa desse documento vai consultar aqui as instruções que mostram como funciona. O extrato INSS para imposto de renda é um documento de suma importância e por isso que a procura por ele é alta.

Extrato INSS para Imposto de Renda

Pensando em melhor atender o cidadão, os órgãos públicos vêm investindo no atendimento virtual. Hoje já são inúmeros serviços online que podem ser consultados sem nenhum tipo de custo e quem precisa obter o extrato do INSS imposto de renda 2018 terá toda a facilidade em acessar o mesmo pela internet.

Para que Serve o Extrato INSS para Imposto de Renda?

Todos os anos os cidadãos devem fazer a declaração do imposto de renda e os aposentados e pensionistas não ficam de fora. Aqueles que se encaixam na obrigatoriedade de fazer a declaração de imposto não podem se esquecer de apresentar toda a documentação corretamente.

Quem é aposentado ou quem recebe alguma pensão tem que entrar no site da Previdência Social para poder fazer a emissão da declaração que será enviada junto com a declaração do Imposto de Renda.

O demonstrativo de rendimentos INSS Imposto de Renda é um documento que pode ser obtido através do site do órgão e o cidadão não tem custos para obter o mesmo. No próximo tópico deixamos as instruções sobre como fazer a emissão corretamente.

Confira mais detalhes sobre esse documento:

  • Declaração destinada aos aposentados e pensionistas;
  • O documento deve ser usado na declaração do Imposto de Renda;
  • Quem não faz a declaração em dia, paga multas pelo atraso.

Como Consultar Extrato INSS Imposto de Renda?

Agora que você sabe a importância desse documento, o próximo passo é conhecer as instruções necessárias para poder fazer a emissão online. Consultar extrato INSS Imposto de Renda é um processo gratuito, fácil de ser realizado e que está disponível online.

Por ser um processo efetuado dentro do site da Previdência Social, o interessado não precisa se preocupar com horário de acesso e nem dia da semana. As limitações de funcionamento só se aplicam para os atendimentos presenciais, como se trata de um atendimento online, não temos esse impedimento.

Faça a consulta pela internet.

Consulte as instruções abaixo e saiba como emitir extrato INSS Imposto de Renda online:

  • Acesse o site da Previdência Social: Clique Aqui
  • Informe os dados pedidos: Ano-calendário, número do benefício, data de nascimento, nome do beneficiário e CPF;
  • Também será necessário preencher os caracteres da imagem e depois clicar no botão “Consulta”.

Efetuando o procedimento acima é possível obter a declaração INSS para Imposto de Renda, esse documento é importantíssimo e não pode faltar, caso contrário, o processo ficará incompleto.

 

Consulta Imposto de Renda: Ano base

Faça a consulta Imposto de Renda direto no site da Receita Federal do Brasil. Consulte as instruções dadas aqui para que você entenda como fazer a consulta Imposto de Renda online. O serviço foi criado para melhor atender o cidadão que precisa ter acesso as informações sobre o IR.

Consulta-Imposto-de-Renda
Consulta Imposto de Renda

Imposto de Renda

O imposto de renda é um dos tributos administrados pela Receita Federal do Brasil, ele se aplica tanto para pessoas jurídicas, como também para pessoas físicas, mas é necessário entender quem precisar declarar.

Não são todas as pessoas que estão dentro da obrigatoriedade de fazer a declaração de imposto, entender quais são os detalhes é fundamental para saber se você deve declarar ou não.

Imposto de Renda.

As informações sobre a obrigatoriedade de declaração do imposto de renda passa por alterações todos os anos, depende muito do ano base. Mas a Receita Federal publica as informações para que todos possam consultar de maneira rápida e fácil, caso ainda não tenha consultado, entre no site: Acesse aqui 

Programa para Declarar o IR

O programa para declarar imposto de renda é disponibilizado pela Receita Federal, o intuito é ajudar aquelas pessoas que precisam fazer esse procedimento e estão com dúvidas sobre como realiza-lo.

O download do programa pode ser feito diretamente no site desse órgão público e ele é totalmente gratuito. Caso ainda não tenha baixado: Acesse Aqui 

Faz toda diferença utilizar o programa na hora de fazer a declaração e isso evita que você esqueça algum detalhe importante. Ele está disponível para Windows, Mac, Solaris, Linux e também para multiplataformas.

Consulta Imposto de Renda

Após fazer a declaração, o próximo passo é aguardar para que o procedimento de consulta possa ser realizado, ele também ocorrerá dentro do site da Receita Federal. Todos os procedimentos relacionados a esse tributo estarão disponíveis no site desse órgão público.

Na dúvida sobre como consultar Imposto de Renda, saiba que a receita faz a liberação desse procedimento após a conclusão das declarações. O processo de consulta é gratuito e poderá ser efetuado em qualquer dia da semana e dentro de qualquer horário.

Consulte as instruções a seguir para entender como consultar:

  • Informe o número do CPF;
  • Informe o exercício (ano base);
  • Informe a data de nascimento;
  • Preencha os caracteres gerados na tela;
  • Após realizar os procedimentos acima, clique no botão “Consultar”;
  • O sistema retornará com as informações na tela e o cidadão poderá imprimir, se desejar.

Consultar as restituições do Imposto de Renda é um procedimento que pode ser realizado online. Seguindo as orientações dadas acima não tem segredo, só não se esqueça de acessar o sistema após a liberação pela Receita Federal, antes disso não é possível efetuar o procedimento.

 

Declaração Imposto de Renda Completa ou Simplificada: Entenda!

A declaração imposto de renda completa ou simplificada são as duas opções disponibilizadas pela Receita Federal. Entenda a diferença entre declaração imposto de renda  2018 completa ou simplificada e veja como elaborar cada uma delas.

Declaração-Imposto-de-Renda-Completa-ou-Simplificada
Declaração Imposto de Renda 2018

A Receita Federal do Brasil é o órgão responsável pela administração desse tributo. Esse órgão permite que as declarações sejam entregues no modelo simplificado ou completo, aqui você vai entender a diferença entre eles.

Declaração Imposto de Renda Completa 

O modelo declaração imposto de renda completa é indicado para aquele cidadão que tem muitas despesas dedutíveis, principalmente se elas ultrapassam 20% da renda. Nesse casos, o modelo ideal é o completo.

Entenda a diferença entre os tipos de declaração do IR.

Consulte as informações abaixo referentes a esse tipo de declaração:

  • Para contribuintes que possui muitas despesas dedutíveis;
  • Se as despesas dedutíveis exceder 20% da renda, o ideal é a decoração completa;
  • É necessário informar todas as fontes de renda recebida, até mesmo dos dependentes.

Caso o contribuinte fique com dúvida sobre qual é o modelo mais indicado, não tem problema. Basta ele efetuar a sua declaração através do modelo completo e, no final do procedimento, o próprio sistema fará a indicação sobre qual é o mais indicado para ele.

Declaração Imposto de Renda Simplificada

A declaração de imposto de renda simplificada é indicada para aquele cidadão que tem poucas despesas dedutíveis, como o próprio nome já fala, a declaração será simples e por isso que esse modelo acaba sendo o ideal.

Agora confira as informações sobre o funcionamento da declaração simplificada do Imposto de Renda:

  • Para contribuintes com poucas despesas dedutíveis;
  • A declaração deve envolver todas as fontes de renda, tanto do cidadão, como também dos seus dependentes;
  • O sistema aplica o desconto padrão para essa modalidade.

Conforme mencionado anteriormente, o próprio sistema faz a indicação sobre o melhor modelo para a sua declaração. Caso seja o modelo simplificado, automaticamente, o sistema aplicará o desconto padrão de 20% e migrará as informações da declaração para o modelo simples.

Programa para Declarar Imposto de Renda

O programa para declarar o imposto de renda é desenvolvido e disponibilizado pela Receita Federal. Ele é gratuito e pode ser baixado diretamente no site desse órgão público.

  • Caso você ainda não tenha baixado o programa do IR: Acesse Aqui

Para quem tem dúvidas sobre como fazer a declaração de forma correta, o programa foi desenvolvido para ajudar essas pessoas. Ele se encontra disponível para Mac, Windows, Linux e outras plataformas. No site você tem acesso a todas as informações.

Agora que você entendeu a diferença entre declaração completa e simplificada do Imposto de Renda, o próximo passo é ficar de olho nas datas para não deixar o prazo encerrar.

O que acontece se não declarar Imposto de Renda?

É muito importante que o cidadão saiba o que acontece se não declarar imposto de renda, principalmente para que ele possa evitar esse tipo de pendência. A Receita Federal é o órgão responsável e ela tem penalidades específicas. Saiba o que acontece se não declarar imposto de renda e entenda porque evitar essa ação.

O que acontece se não declarar Imposto de Renda?

O imposto de renda 2018 é um assunto que preocupa a maioria dos cidadãos. Ele sabe da importância de fazer a declaração para evitar pendências áreas relacionadas a Receita Federal. Confira mais informações sobre o procedimento e entendo o que acontece quando essa declaração não é feita.

Declaração do Imposto de Renda

A declaração do Imposto de Renda é um procedimento que deve ser realizado todos os anos, mas para isso é necessário que o cidadão entenda se ele se encaixa na obrigatoriedade de fazer esse procedimento.

O cidadão que se encaixa na obrigatoriedade, tem que fazer esse procedimento e sempre tendo atenção quanto aos prazos. A obrigatoriedade varia de acordo com os rendimentos tributáveis no ano-base. No site da Receita Federal é possível consultar todos os dados.

  • Veja quem é obrigado a declarar imposto de renda: Acesse Aqui

Se você  está dentro dos requisitos mencionados no site da Receita Federal, tenha muita atenção quanto aos prazos e faça o procedimento dentro do período certo para que você evite as pendências. No próximo tópico você vai conferir as informações sobre o que acontece quando não declaramos o imposto.

Como Fazer a Declaração do IR?

Para te ajudar na declaração, a própria Receita disponibiliza um programa por meio do qual é possível fazer o procedimento. Entre no site desse órgão e faça o download, o programa é gratuito.

  • Baixe o programa e faça a sua declaração: Clique Aqui

Agora que você sabe como fazer a declaração do Imposto de Renda, tenha muito cuidado com o prazo final para esse procedimento. O prazo passa por alterações todos os anos e é necessário saber qual a data se aplica para o ano vigente.

O que acontece se não declarar Imposto de Renda

Outro assunto muito importante é saber o que acontece se não declarar o imposto de renda. Entendendo a situação, você passa a perceber porque é importante fazer a decoração e sempre dentro dos prazos estabelecidos pela Receita Federal.

Veja as informações abaixo e entenda o que acontece quando a declaração não é feita:

  • Quem atrasa, paga uma multa mínima de R$165,74, mas pode ser elevada para 20% do imposto devido;
  • Outra penalidade é para quem tem imposto para pagar e não fez, nesse caso o valor é de 0,33% ao dia e com limite de 20%, mais a aplicação da taxa SELIC.

Em suma, quando o cidadão atrasa, ele acaba tendo uma pendência financeira muito maior.

Perdeu o Prazo da Declaração Imposto de Renda? O que fazer?

O contribuinte que perdeu o prazo da declaração Imposto de Renda tem que se informar sobre como proceder para resolver. A partir do momento em que o contribuinte perdeu o prazo da declaração Imposto de Renda, ele está com uma pendência perante a Receita, portanto, é necessário saber como regularizar.

Perdeu o Prazo da Declaração Imposto de Renda
Perdeu o Prazo da Declaração Imposto de Renda

A Receita Federal é o órgão responsável pela administração do Imposto de Renda de pessoas físicas e jurídicas. Todos os anos, o órgão faz a publicação dos prazos finais para a entrega do IR, mas é considerável o número de contribuintes que acabam não entregando dentro desse prazo.

Declaração Imposto de Renda

A declaração do Imposto de Renda ocorre todos os anos e os contribuintes que são obrigados a fazer a mesma devem ficar de olho nos prazos finais para entrega da documentação completa.

A Receita Federal é quem fará o recebimento e análise das declarações do Imposto de Renda. Aqueles que entregam a documentação atrasada acabam sofrendo com aplicação das multas. Todos os anos o número de contribuintes com declarações pendentes é grande.

➤ Confira Também o Post sobre:
 Simulação Imposto de Renda 2018
 Tabela Imposto de Renda 2018

E se não fizer a declaração do Imposto de Renda, o que acontece? Veja as informações e saiba por que evitar essa pendência:

  • Deixar de declarar o imposto de renda é considerado sonegação;
  • Além da multa pela falta de entrega da documentação pedida, o fisco poderá cobrar o imposto devido sobre a renda não declarada, mais multa de 150% e juros SELIC.

Assim que a Receita Federal fizer a publicação dos prazos referentes ao ano vigente, todos os envolvidos poderão consultar as informações diretamente no site desse órgão: Acesse aqui


Perdeu o Prazo da Declaração Imposto de Renda?

Perdeu o prazo para declarar o imposto de renda? Saiba o que fazer. A primeira recomendação é sempre evitar esse tipo de pendência, mas se já aconteceu, saiba como buscar a solução mais adequada para o seu caso.  

Os contribuintes que estão obrigados a fazer a declaração e não procedeu como tal devem buscar a regularização junto com a Receita Federal. Veja qual foi o valor da multa cobrada a quem deixou passar do prazo para declarar no último ano base:

  • Multa mínima por atraso na declaração do Imposto de Renda: R$ 165,74.

 

Quem perdeu o prazo para declarar o imposto de renda deverá fazer o envio da declaração o quanto antes, pois a multa é calculada conforme o tempo de atraso.

Veja qual é o valor máximo da multa aplicada:

  • Multa máxima por atraso na declaração do Imposto de Renda: 20% do Imposto sobre a renda devida.

Como proceder?

Faça a sua declaração do IR o quanto antes e envie para a Receita Federal. O órgão disponibiliza um programa específico para auxiliar as pessoas que possuem dúvidas sobre como realizar o procedimento, o importante é fazer de forma correta e completa, para evitar pendências.